O que é romance? ─ Gêneros Narrativos

Literatura

O que é romance? ─ Gêneros Narrativos

Manlei Santeoni
Escrito por Manlei Santeoni em 21/04/2020
Junte-se aos demais assinantes.

Receba conteúdo de seu interesse com prioridade.

Para entender o que é Romance, antes precisamos saber a diferença entre o gênero narrativo e o gênero literário.

Em um primeiro momento, ao lermos ou ouvirmos a palavra romance, logo imaginamos uma história de amor. No entanto, a semântica vai um pouco além disso.

O que é romance?

Gênero Narrativo

O Romance como gênero narrativo é um estilo de texto que conta uma história, fictícia ou não, geralmente com muitos personagens, vários capítulos e um enredo bem aprofundado.

Não são histórias curtas como o Conto; e apesar de não ser uma regra, o número de páginas de um romance costuma ser grande.

Também no romance os personagens são mais desenvolvidos, podendo ter vários núcleos e relatos em diferentes espaços de tempo.

Veja abaixo exemplos de romances e suas principais características:

  1. Senhora, de José de Alencar: aprofundamento de personagem, enredo longo e acurado, ambientação vasta e detalhada, desenvolvimento de pontos específicos da sociedade, vários núcleos de personagens;
  2. Ciranda de Pedra, de Lygia Fagundes Teles: história em diferentes marcos de tempo, enredo longo, aprofundamento de personagem, vários personagens;
  3. 1984, de George Orwell: grande detalhamento do mundo criado, exploração inédita do idioma com a Novafala, aprofundamento de personagem, enredo longo e profundo, criação de um sistema inédito de governo;
  4. Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley: sistema único de divisão social, sistema inédito de controle social, aprofundamento de personagem, enredo longo e vasto;
  5. O Oceano no Fim do Caminho, de Neil Gaiman: desenvolvimento de mais de um mundo, vários personagens, exploração de cenário, aprofundamento de personagens, enredo longo e misto;

Como pode perceber, os romances acima possuem várias características em comum, como o aprofundamento de personagem e o enredo longo.

Subgênero Literário

Já o Romance como subgênero literário é o relato de uma história de amor escrita em prosa. Esse relato pode ser retratado em Conto, Novela, Romance, Crônica e vários outros gêneros textuais.

É importante observar que o Romance como subgênero literário se refere ao conteúdo da narrativa, relatando uma história de amor entre casais.

Um final feliz é uma das características marcantes de um Romance, apesar de não ser uma regra.

Abaixo estão alguns exemplos de Romances como subgênero literário:

  1. Perdida, de Carina Rissi;
  2. Romeu e Julieta, de Shakespeare;
  3. O Diário de Suzana para Nicolas, de James Patterson;
  4. Um Toque de Presença, de Carole Mortimer;
  5. Como eu era antes de você, de Jojo Moyes.

Todos os livros acima são relatos de uma história de amor. Porém, nem todos estão em Romance como gênero narrativo, ao exemplo de Romeu e Julieta, que é uma peça.

O que é Romance ─ Diferenças entre os gêneros

Afinal, o que são Gêneros Narrativos?

A narrativa é o relato de eventos conectados, dentro de um tempo e espaço tangível, e que podem ser reais ou imaginários. Em outras palavras, podemos dizer que a narrativa é uma história.

Dessa maneira, os Gêneros Narrativos tratam exclusivamente do estilo de texto usado para o relato dessas histórias.

Os principais gêneros narrativos são: Conto, Novela e Romance.

Diferença entre Conto, Novela e Romance

Conto

Do Inglês Short Story, o conto é um relato curto, com poucos personagens e com o enredo baseado em apenas um conflito, com uma conclusão breve.

Exemplos de contos:

  • O Alienista, de Machado de Assis;
  • O curioso caso de Benjamin Button, de F. Scott Fitzgerald;
  • As Neves do Kilimanjaro, de Ernest Hemingway;
  • O Chamado de Cthulhu, de H.P. Lovecraft;
  • Chapeuzinho Vermelho, de Charles Perrault.

Novela

Já a Novela é um relato curto, porém maior que o Conto. Uma Novela costuma ser caracterizada por uma narrativa concisa e pela descrição objetiva dos eventos.

As Novelas são histórias bem próximas da realidade, e os relatos possuem uma objetividade que encaminham o leitor ao desfecho da história, sem digressões.

Principais Novelas na literatura nacional e internacional:

  • Um Copo de Cólera, de Raduan Nassar;
  • O Velho e o Mar, de Ernerst Hemingway;
  • A Metamorfose, de Franz Kafka;
  • A Morte de Ivan Ilitch, de Liev Tolstói;
  • O Fantasma da Ópera, de Gaston Leroux.

Romance

Mais uma vez: O Romance é um estilo de texto que conta uma história, fictícia ou não, geralmente com muitos personagens ─ e bem desenvolvidos ─, vários capítulos e um enredo bem explorado.

Mais exemplos de Romances:

  • Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis;
  • Macunaíma, de Mário de Andrade;
  • Triste fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto
  • O Cortiço, de Aluísio de Azevedo;
  • Ciranda de Pedra, de Lygia Fagundes Telles
O que é Romance - Manlei Santeoni

O que é Romance ─ Média de páginas para cada gênero

Embora não seja uma regra, um dos fatores que pode nos ajudar a diferenciar os gêneros narrativos é o número de páginas de cada obra.

Vejamos a quantidade média de páginas para cada estilo narrativo:

  1. Conto: entre 40 e 80 páginas;
  2. Novela: entre 90 e 140 páginas;
  3. Romance: entre 170 e 350 páginas.

Existem Contos com mais de 100 páginas e Romances com menos de 170. Portanto, não existe uma norma. E também os Romances, por ordem, podem passar de mil páginas.

Sobre os gêneros literários

Existe, no mundo acadêmico, uma grande discussão acerca dos gêneros literários. Muitos teóricos analisam as particularidades de cada gênero textual e chegam a conclusões díspares.

Com isso observamos que, em alguns casos, não existe uma opinião unânime quando se trata de certos gêneros ou obras.

Conto, Novela ou Romance?

Um exemplo dessa diversidade de opiniões diz respeito à obra O Alienista, de Machado de Assis, que foi listada aqui no artigo como um Conto.

Muitos classificam a obra como Conto; outros, como Novela. E essa é uma discussão de décadas.

Outro exemplo é o livro de Charlie Dickens, Uma História de Natal, que também exibe o mesmo espaço para discussão entre Conto e Novela.

Da mesma maneira, podemos usar o livro A Hora da Estrela, de Clarice Lispector, como objeto de discussão.

Em praticamente todas as mídias literárias atuais, o livro é considerado um romance, com 88 páginas apenas. No entanto, ao meu ver, falta na obra muitos elementos para tal categorização.

Sendo assim, não considero o livro como um romance, e sim uma Novela. Mas a discussão é aberta.

Uma pergunta final

Agora, sabendo a diferença entre os gêneros literários e narrativos, resta fazer uma pergunta:

Qual o seu favorito?

Conte-nos se prefere a objetividade e brevidade do Conto, a levemente maior exploração de enredo da Novela ou a complexidade e desenvolvimento de personagens do Romance.


Artigos do seu interesse:

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.