A Teoria do Caos e sua formidável aplicação

A leitura deste post talvez faça com que você mude algumas atitudes em sua vida. Mas pode ficar tranquilo, pois essas mudanças provavelmente só lhe trarão benefícios.

No entanto, antes de entrar no assunto, preciso lhe explicar o que é a Teoria do Caos e Efeito Borboleta. Você pode pular essa parte caso já esteja familiarizado com o assunto.

Teoria do Caos e Efeito Borboleta

Para entender a Teoria do Caos de forma bastante rápida, sem a necessidade de muitas ilustrações, vamos usar uma situação do nosso cotidiano como exemplo. Imagine que você esteja caminhando na rua principal de seu bairro, e usando o celular. Enquanto está distraído, com sua visão direcionada à tela, você não percebe que logo à sua frente uma criança está agachada, amarrando seus cadarços. Por estar completamente alheio a esses fatores externos, você acaba tombando nessa criança. Ela, ao perder o equilíbrio, cai para o meio da rua. E justamente no momento que ela cai, um carro que já estava bem próximo e em velocidade considerável acaba a atropelando.

Agora imagine o que aconteceria se você não estivesse distraído com o celular. Você ainda assim tombaria na criança? E ela, seria atropelada? A vida de vocês mudaria completamente a partir desse evento?

E é assim que conhecemos a Teoria do Caos. A revista Mundo Estranho apresenta uma definição interessante, de que a ideia central da teoria do caos é que uma pequenina mudança no início de um evento qualquer pode trazer consequências enormes e absolutamente desconhecidas no futuro. Por isso, tais eventos seriam praticamente imprevisíveis – caóticos, portanto”.

O Efeito Borboleta, por sua vez, seria apenas mais uma aplicação da teoria do caos. Seguindo esta lógica, o simples bater de asas de uma borboleta poderia alterar o curso natural das coisas e, assim, provocar um tufão em outra região do mundo.

Agora vamos partir para a aplicação dessas teorias nas nossas vidas.

Modificando nosso futuro

Eu diria que estas teorias estão presentes em nossas vidas constantemente. O amor de sua vida poderia estar no próximo ônibus que você pegasse. Mas, se no dia desse encontro o seu tio lhe oferecesse uma carona, a teoria do caos mais uma vez alteraria sua vida para sempre.

E é exatamente isso que acontece diariamente. O caos altera vidas a todo momento. Você poderia ter sido assaltado ontem enquanto voltava da padaria. Porém, a chuva que fez com que você não saísse de casa impediu que isso acontecesse.

O benefício da aleatoriedade

Tomando como base os conceitos destas teorias, o controle que temos de nossas vidas passa a ser muito maior. As possibilidades são infinitas quando tratamos de aleatoriedade. E nada o impede de tirar vantagem disso. Vamos agora partir para aplicações mais práticas.

Sabendo que um pequeno evento pode mudar completamente o seu futuro, imaginemos o seguinte. Aquele seu amigo de infância, com o qual você cortou relações há anos, pode acabar alterando sua vida em grandes proporções. Isso porque ele pode ter se tornado uma pessoa melhor, e agora poderá te ajudar em muitas coisas. Um futuro brilhante pode estar esperando por vocês. Mas, para isso, um evento precisa acontecer.

Da mesma maneira, a sua vida pode mudar logo após você perguntar as horas a um estranho. A partir desse pequeno evento, vocês podem iniciar uma conversa que resultará numa grande amizade, ou em algo maior, possivelmente. Eu sempre acredito nessas possibilidades ─ por que não?

Agora, partindo para o lado mais pessoal da coisa, eu finalmente chegarei ao propósito deste post. E esse propósito é mostrar que você pode viver coisas extraordinárias em sua vida, basta se permitir. Controle o caos que rege sua vida.

Eu desenvolvi o hábito de fazer coisas aleatórias em minha vida. Esse hábito já me trouxe inúmeros benefícios. Falar com pessoas estranhas, ir para lugares diferentes, viver experiências marcantes; tudo isso faz parte da minha rotina. E os resultados são excelentes.

Teste e comprove

Você pode facilmente testar estas teorias. Fale com alguém que você não fala há anos. Mande um oi” para aquela pessoa. Jogue cartas com seus irmãos. Abrace mais, sorria mais. Enfim, faça algo diferente. A aleatoriedade está aí para ilustrar nossas vidas com novas cores. Vamos usá-las com sabedoria.

Compartilhe este artigo:

Natural de Salvador, Manlei Santeoni tem 25 anos de idade, é apaixonado por literatura, filosofia e uma boa música. Escreve para a internet há alguns anos e é aficionado por cadernos ─ onde a maioria de seus textos é iniciada. Junto com sua paixão pela música e pela natureza, Santeoni também é contador de histórias, e seu primeiro livro a ser publicado já está em produção. Adicionada a tudo isso está a sua alta estima pela Língua Portuguesa ─ principalmente quando bem falada e bem escrita.